8 de jan de 2010

No Paraguai, RFS participa de Seminário sobre o aborto e direitos das mulheres


Com a participação de um significativo número de feministas e integrantes das organizações da sociedade civil e de lideranças camponesas e indígenas, foi realizado em dezembro último, em Assunção, Paraguai, o Seminário sobre Aborto e Direitos das Mulheres. Organizado pela Campanha 28 de Setembro no país, e sob a liderança de Clyde Sotto e Line Barero (foto) o objetivo foi provocar uma reflexão e debate sobre o aborto e o ativismo do movimento de mulheres e feministas visando a descriminalização da prática do aborto nos países latino-americanos e do Caribe, vinculando esta temática com os direitos humanos das mulheres.

A Rede Feminista de Saúde esteve presente com a participação da secretária executiva, Telia Negrão, também integrante do Conselho Diretor da Rede de Saúde das Mulheres Latinoamericanas e do Caribe – RSMLAC e da Campanha 28 de Setembro. O encontro, segundo Telia (foto abaixo) foi altamente produtivo porque “traçou um excelente panorama sobre a situação do aborto inseguro na região e mediu a capacidade de intervenção das mulheres nesta questão específica”.

O encontro também apontou que o Paraguai, está entre os países da América Latina que não possui nenhum permissivo à interrupção da gravidez, à exceção do risco de vida "da mãe", que não é cumprido, e também não dispõe de políticas públicas adequadas para a saúde das mulheres e apresenta elevada taxa de morte, segundo o Seminário, com falas quase todo em guarani. Com dinâmicas de trabalhos que estimularam e provocaram respostas junto às participantes, o Seminário estabeleceu tarefas para um próximo encontro previsto para este ano.

Nenhum comentário: